11.5.06

Os mistérios do olho

Passei a usar lentes e contato com 14 anos de idade.
Muitas lágrimas e olhos vermelhos na adaptação.
Lestes gelatinosas, endurecidas, siliconadas...todos os tipos.
Já perdi uma porção delas. Dentro da pia, no mar, na rua.
Meu banheiro lá na casa da praia era conhecido como Triângulo das Bermudas. Se eu deixasse cair, não tinha volta.
Hoje aconteceu uma coisa inédita: perdi minha lente dentro do olho.
Arregacei a pálpebra de tudo que foi jeito mas não encontrei.
Cheguei a pensar que ela tivesse dado a volta indo parar na nuca ou em algum lugar do cérebro.
Quase peguei um palito pra fuxicar nos pontos mais distantes da minha córnea pra ver se achava por lá.
Felizmente apareceu a pontinha e consegui puxar de volta.

Alguém tem um colírio aí?

Ps. foto meramente ilustrativa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...