26.6.06

A quem interessar possa

No transcorrer da nossa vida, diariamente nos deparamos com momentos em que precisamos decidir.
Pequenas ou grandes, essas decisões têm que ser tomadas sob o risco de permanecermos reféns da inércia e da dúvida.
Ainda não sei se tomei a decisão certa.
Digo isso porque decidi pelo que NÃO queria e sim pelo que era possível.
Esperei algum tempo para decidir pela verdadeira felicidade, mas em nenhum momento obtive algum sinal de que essa espera poderia ter algum retorno.
Muito pelo contrário.
Cada um assume o risco e as conseqüências de sua decisão ainda que essa decisão seja o fato de não decidir. Nesse caso, a opção pela continuidade da rotina até pode parecer a melhor coisa a ser feita, mas o arrependimento um dia prevalecerá.
Só fico tranqüilo por ter feito a minha parte e ter externado meus verdadeiros sentimentos.
O tempo não pára.
E ninguém melhor do que ele para mostrar que a decisão foi acertada.
Ou quem sabe transformar em certa uma decisão errada.
Tudo pode acontecer.
Até mesmo o mais improvável.
O problema é que, a cada dia que passa, mais pessoas são influenciadas pelas minhas decisões.
Nesse caso, poderá ser tarde demais para voltar atrás.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...