16.7.06

Crônica de uma morte não tão anunciada assim


Minha energia anda tão negativa que minha carreira de secador anda em baixa.
Começou na Copa do Mundo.
Todos os times que sequei acabaram ganhando e todos os times para quais torci acabaram perdendo (confesso que a Argentina foi uma exceção).
Inter na Libertadores?
Já desisti.
Se depender da minha torcida, pode mandar pintar os meios-fios de vermelho e branco e preparar o caminhão de bombeiro.
Hoje tive a maior prova dessa má fase.
Segundo tempo, 25 minutos, Grêmio 2 a 0 dando um banho de bola.
Pra não perder tempo, deixei a crônica do jogo praticamente pronta. Só esperar o apito final e colocar no site.
Dez minutos depois, Fluminense vira o jogo pra 3 a 2 e ainda faz 4 a 2.
Com cara de cu, deletei toda aquela belezura recheada de adjetivos consagrando a atuação de Ramón e Rafinha trocando pelo tradicional texto burocrático como manda um “site oficial” de um clube de futebol que acabou de levar um tufo.
Menos de 5 minutos para o final do jogo o Grêmio diminui para 4 a 3.
Hum...tudo bem.
Continua o mesmo texto anterior com um último parágrafo enaltecendo o esforço inútil da equipe.
Minuto 49 (o juiz deu 4 minutos de desconto. Isso quer dizer que 49 já devia ter acabado).
Texto pronto só esperando terminar pra clicar no “enviar” e meter a notícia no ar.
Rômulo (atacante do Grêmio, para as leigas) recebeu a bola na entrada da área e preparou o chute.
Nesse momento, sequei com todas as forças.
Ele mandou a bola lá no cantinho empatando o jogo.
Tasquiupariu.
Acho que fui o único gremista no Estádio que não comemorou.
Bem feito pra mim.
E a crônica deve ter ficado uma merda.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...