24.7.06

Lamentos de uma segunda-feira feia e fria

Não me contento com migalhas.
Talvez seja por isso que dificilmente desisto das coisas que quero muito.
Só que tudo tem um limite.
Não adianta lutar se a guerra já está perdida.
É perda de tempo. Desgaste desnecessário.
Parece que tenho batido de frente contra uma parede dura, fria e intransponível.
Pior que nenhuma rachadura aparece.
No desespero, faço coisas que não devia.
Falo coisas que não devia.
E só eu saio perdendo.
Se é que tem alguma coisa pra ser perdida.
Mas não me culpo.
Não sei lhe dar com a situação.
Só estou buscando alguma esperança na qual possa me agarrar.
Mas já estou perdendo as forças.
Nesse caso não restará mais solução a não ser tocar a vida em frente como se nada tivesse acontecido.
Talvez realmente seja mais fácil pra todo mundo.
Porque se existe alguma química no ar (e eu sei que existe), o tempo e a inércia saberão o que fazer com ela.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...