2.9.06

O que a gente não faz por um filho

Até o Mártin nascer, em janeiro de 2004, jamais havia pensando em manusear o órgão genital de um indivíduo do mesmo sexo.
Hoje faço isso sem o menor problema.
Sendo trocando as fraldas ou lavando no banho.
E até confesso que o faço com muita qualidade.
Talvez por possuir um igual, sei a forma exata de proceder.
Ontem de noite estava trocando a fralda do Mártin antes dele dormir, como faço sempre.
Depois de passar o lenço umedecido, colocar talco e fechar a fralda, comecei a colocar a calça.
Nesse momento, sem tirar os olhos da TV onde passava o desenho do Barney, ele disse:
- Pai, meu tico tá torto.
No momento não consegui assimilar.
- Teu tico tá torto??
Ele fez que “sim” com a cabeça.
Achei engraçado mas ajeitei direitinho.

Ah, se não fosse a minha prática...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...