28.12.06

Em cartaz: "O Filme da Minha Vida"

Todos nós, alguma vez na vida, fazemos coisas das quais nos arrependemos.
Umas mais graves outras menos.
Umas por imaturidade. Em certas fases onde o grau de influência dos outros sobre nossos atos é maior.
Outras, por excesso de maturidade, auto-suficiência.
Bem ou mal, estes “erros” irão nos acompanhar pelo resto da vida e, dependendo como eles forem encarados, poderão (ou não) trazer reflexos sobre nosso desenvolvimento como seres humanos.
Já li em revistas matérias de pessoas que foram dadas como mortas mas, por milagre, acabaram voltando.
Na maioria dos depoimentos, contam que, durante o processo, passamos por um flashback de coisas boas e ruins que realizamos durante nossa existência.
Um filme de nossas vidas.
Ontem, num exercício quase que psicoterapêutico de reflexão que costumamos a fazer nos finais de ano, tentei enumerar as coisas ruins que fiz durante estes quase 35 anos e que, certamente, estariam presentes nesse filmezinho.
Lógico que não são tão poucas, mas, estas citadas abaixo, considero our concour e me arrependo delas (o que já é um começo para não repeti-las):

* Já fiz arremesso de gato à distância girando o bichano pelo rabo.
* Já coloquei pintinho no vaso e dei descarga.
* Já roubei gibi de uma banca de revista na Cobal.
* Já pichei muro da casa de um colega.
* Já atirei um tijolo num senhor de idade.
* Já caçoei de aleijado e deficiente mental.
* Já comprei coisa roubada mais barata sabendo que era roubada.
* Já fiz piadas racistas.
* Já peidei na frente do ventilador.
* Já roubei hóstia de igreja e comi com patê.
* Já chacinei formigas.
* Já abandonei um gatinho (mas com comida e água).
* Já disse “já vai tarde” para uma pessoa que morreu.
* Já ri em velório.
* Já dei tiro de arma de pressão pela janela nas pessoas que passavam na rua.
* Já atirei ovo em policial.
* Já me escondi e assustei pessoa idosa (por sorte, não cardíaca).
* Já traí.

Será que tenho alguma chance de ir para o céu?
Quem nunca fez coisa desse tipo, que atire o primeiro tijolo.
Só cuida pra não acertar o senhor de idade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...