16.1.07

Luiz Nei e o processo

Estou sentado no computador quando, de repente, Luiz Nei adentra a sala e, sem falar nada, joga no balcão, ao meu lado, um calhamaço de fotocópias.
- O que é isso?
- Cópias do teu blog.
Não acreditei.
E não era só uma cópia. Eram umas cinco ou seis.
Umas quinhentas folhas cada uma, devidamente grampeadas.
Absolutamente todos meus posts.
- Tá maluco? Vai fazer o que com isso?
- Te processar. Aqui tu estás denegrindo a minha imagem.
- Bebeu. Lá no teu trabalho sabem que tu fica o dia todo fazendo isso?
- Não fiz em horário de trabalho e até as folhas fui eu que comprei com meu dinheiro.
- Meu Deus. Tu tá pior que eu pensei.

Depois de uns cinco minutos de silêncio enquanto eu folheava as fotocópias, perguntei.
- Tá. Fala sério. O que tu vai fazer com isso.
- Vou guardar nos meus arquivos. Uma obra como essa precisa ser eternizada.

Acreditam?
Por via das dúvidas, já estou contatando meu advogado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...