3.3.07

Quem faz a cama nela se deita

Essa frase título do post é uma das preferidas pela Juçá.
Existem certas coisas erradas que a gente faz na vida que acabamos arcando com as conseqüências para sempre.
Mesmo que já tenhamos aprendido e já não mais façamos.
Comigo é assim.
Por mais que há 10 anos atrás eu tenha saído de casa para casar e construir um lar, meus pais ainda acham que continuo o mesmo Márcio de antigamente.
Foi a visão que ficou.
E por mais que eu tenha voltado a morar com eles pelo menos há 6 ou 7 meses, ainda não conseguiram perceber as mudanças trazidas pela maturidade.
Algumas verdades absolutas nas cabecinhas deles permanecerão para sempre.
Mesmo que eu lute para provar o contrário.
O Márcio é desorganizado.
O Márcio é bagunceiro.
O Márcio não paga suas contas.
O Márcio come as coisas dos outros.
O Márcio é “pé pesado” pra dirigir.
O Márcio não ajuda em nada.
Essas são verdades absolutas para minha família e jamais deixarão de ser.
Por mais que eu organize minha vida, arrume minhas coisas, pague minhas dívidas, não pegue nada da geladeira que não seja meu, dirija com cuidado ou lave a louça...
Nunca será suficiente.
Isso porque existem os pequenos deslizes.
É impossível ser 100% perfeito.
E vai existir o dia em que esquecerei uma cueca atrás da porta do banheiro.
Ou que esquecerei de arrumar minha cama...
Então certamente escutarei aquela frase dita com prazer:
- Eu não falei? Tsc, tsc, tsc...tu continua o mesmo.
E completam pra machucar mais:
- Como é que a Priscila vai te aguentar assim?

Como dói a injustiça.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...