3.4.07

Arquivos

Durante meus dois meses passeando de mochila pela Europa sempre privilegiei longas caminhadas à utilização dos transportes coletivos.
Sem dúvida, caminhar por lugares novos é a melhor maneira de conhecer-los.
Estava passeando pelos arredores de Genebra, na Suíça.
Uma das paisagens mais bonitas que já vi.
A minha frente, cidadezinhas de bonecas, cobertas de neve, com suas chaminés expelindo fumaça.
Cansado, subindo uma imensa ladeira, decidi dar uma parada.
Instintivamente, olhei pra trás para ver o quanto havia subido.
Para minha surpresa, a paisagem atrás de mim conseguia ser mais espetacular do que eu via à frente.
Fiquei um tempão ali contemplando.
Desde então, passei a adotar esse hábito.
Mesmo seguindo em frente, volta e meia parava para olhar a paisagem atrás de mim.
Cheguei a lamentar não ter adotado essa rotina antes.
Imagina quanta visão maravilhosa eu deixei passar atrás de mim sem perceber?
E o pior, provavelmente nunca mais teria outra chance.
Pode parecer um pouco piegas, mas considero essa parábola uma metáfora para minha vida.
Até hoje, existem momentos que dou uma parada com o único objetivo de olhar pra trás e ver tudo aquilo que passei para chegar até aqui.
Muitas paisagens não são tão bonitas quanto as que aparecem à minha frente
Porém, outras, são tão lindas que dá vontade de voltar.
Ontem, dei uma boa relida nos arquivos do meu blog.
Muito divertido.
Muito interessante.
Muito esclarecedor.
Ali mesmo podemos encontrar as respostas para algumas perguntas que teimamos em fazer no presente.
Bom, mas confesso que ali também surgem novas perguntas que teremos que responder no futuro.
Bem ou mal, vale a pena olhar pra trás.
Sugiro que você perca um pouco de tempo dando uma relida no seu “blog”.

Só não dá pra parar de escrever.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...