31.10.07

Arrombadora

Impossibilitado de faltar ao trabalho na tarde desta quarta, contei com a ajuda da Juçá para levar a geladeira até nosso apartamento novo.
Deixei as chaves com ela e o controle da garagem.
Na verdade o único trabalho dela era acompanhar os caras do carreto até o apartamento, subir com eles, abrir a porta e mostrar o lugar onde eles deveriam colocar.
No meio da tarde, Juçá chama no meu celular:
- Márcio. Nenhuma das chaves abre a tua porta.
Cheguei a pensar que o dono pudesse ter trocado a fechadura.
- Espera aí que vou ligar pro seu Miguel.
E o seu Miguel não sabia de nada.
Me desesperei.
Certamente os caras que ficaram com a chave do apartamento pra pintar o teto fizeram uma cópia, entraram lá de noite, roubaram todas as nossas coisas e ainda trocaram a combinação.
Seguiu o papo pelo telefone:
- Tem certeza que nenhuma chave funciona?
- Claro que tenho. Já tentei todas.
- O cara disse que não mexeu na combinação. Alguma coisa aconteceu.
- Tá. E o que eu faço?
- Arromba! Todas nossas coisas estão aí dentro.
- Deixa que eu vou pensar.
E desligou.
Sem muita opção, tentei imaginar alguma solução.
Já estava quase ligando pra polícia quando Juçá chamou outra vez no celular.
Atendi com voz de pavor enquanto Juçá perguntou com a voz mais tranqüila do mundo:
- Teu apartamento não fica no primeiro bloco, né?
- Não! Fica no bloco dos fundos.
- Ah tá. Então vou pra lá. Entrei no bloco da frente.
-...

Eu mereço...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...