21.4.08

Americana - Abril de 2008

Tudo de bom este final de semana em território paulista.
Nem tudo correu dentro das previsões que fiz no post abaixo.
Fui assolado por uma crise de racionalidade e abandonei a idéia de ir ao jogo entre Palmeiras e São Paulo.
Não só pela grana que eu ia gastar, mas também pela mão de obra.
No âmbito futebolístico, apenas a aquisição de uma camisa oficial do Rio Branco de Americana contrariando a expectativa de todos que teimavam em afirmar que jamais eu iria encontrar uma camisa do Rio Branco pra vender.
Meu instinto de colecionador falou mais alto.



Sábado foi o dia do casamento da Ana Carolina em Jaboticabal.
Este foi o real motivo de nossa viagem.
Depois de muito tempo, Priscila voltou a reencontrar suas três grandes amigas da época da faculdade em Ribeirão Preto: Ana Carolina (a noiva), Gabriela e a Bárbara.
Pessoas maravilhosas!
Priscila escolheu a dedo suas melhores amigas.
Aliás, ela sempre teve bom gosto (quase sempre).



Não chegamos a conhecer a cidade de Jaboticabal ainda que eu tenha recebido o convite para assistir o jogo de estréia do Jaboticabal Atlético na quarta divisão do Campeonato Paulista.
Convite do próprio presidente do clube.
Jogo às 10h da manhã não rola.
Mais um exemplo da crise de racionalidade.
Quando é que eu deixaria de conhecer um estádio da quarta divisão para ficar dormindo?
Nunca.



O casamento foi excelente!
Todo mundo muito feliz, comida boa e bebida mais ainda.
Destaque para a mesa de queijos e salames que antecedeu o jantar.
Comi tanto salame e queijo que nem jantei.
Priscila encarou os dois.
Tão saudável essa minha esposa!



Acordamos por volta das 10h30.
Ainda deu tempo para pegar o final do café da manhã apesar da insistência dos empregados em retirar a mesa de guloseimas.
O tempo ficou chuvoso o dia todo.
Nossa idéia era curtir um pouco o hotel fazenda Santa Amélia (local do casamento e da nossa hospedagem).
O hotel, estilo “fazenda antiga”, tinha tudo para ser um bom hotel.
Acredito que até deva ter sido um bom hotel no passado, mas os ambientes deixaram visíveis o estado de abandono.
A vista do nosso quarto até que era bem bonita.
Coisa meiga.



Levamos mais de três horas de Jaboticabal de volta para Americana.
Chuva durante todo o trajeto.
Passamos por quatro pedágios sendo que um custava R$ 9,30 e o outro R$ 10,00.
Um roubo!
Bom mesmo foi a parada estratégica para alimentação no posto Castelo, na beira da estrada perto de Araraquara.
Comi dois espetinhos de frango extraordinários.
Nunca comi coisa tão boa.




De volta a Americana, hora de Priscila curtir a família.
Depois de muito tempo, de volta ao colinho do papai Vilson e da mamãe Kate.
Sogros maravilhosos que conseguem me fazer sentir como se estivesse na minha própria casa.
Presença da irmã Thaís (sempre cortejada pelo noivo Edinho e que foi dormir na sala para me ceder o quarto) e do irmão Jorge, vítimas que pacientemente passam horas escutando as resenhas de Priscila.
Essa mulher fala mais que o “homem da cobra” (expressão usada por ela mesma que eu não sei o que significa, mas posso garantir que ele fala pra dedéu).
E tem assunto, essa criança!
Mas tudo bem, muito tempo sem colocar a conversa em dia.
E ainda antecipou o tempo que vai ficar longe.



Na segunda-feira saímos de manhã com “seu” Vilson.
Grande figura!
Praticamente o dono de Americana.
Está trabalhando na campanha de um candidato do PV para as eleições deste ano.
O homem trabalha muito!
Além disso, ainda deu uma de guia turístico.
Me levou para conhecer todos os cantos de Americana contando a história de cada um deles.
Desde as fábricas têxteis até o teatro da cidade onde o palco desabou enquanto a orquestra entoava o hino nacional.
Grandes histórias!
O passeio culminou com uma caminhada pelo jardim botânico que acabou com o preparo físico de todos.



No final do dia, família reunida para o jantar de despedida.
Um café com pão com mortadela e bolo de chocolate.
Presença da Gabi e da Helô: namorada do Jorge e irmãzinha dela.



Um fim de viagem digna de uma família unida e feliz.
Não é a toa que Priscila é esta mulher maravilhosa.
Vem de berço.
Saudades de todos!

Bom vai ser receber esse pessoal em Porto Alegre!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...