4.6.09

Panaca...e pobre

Sou uma pessoa de boa índole.
Digamos que até demais.
Talvez por isso tenha a dificuldade de ver a maldade nas pessoas.
Este meu jeito ingênuo de ser muitas vezes só me traz problemas.
Pelo simples fatos das pessoas se aproveitarem.
E quando pessoas como minha mãe, por exemplo, diz que eu sou um panaca, só me resta abaixar a cabeça e concordar.
Só mesmo levando na cabeça para perceber que a “filha da putice” humana não tem limites.
Logo no início da minha separação, optei por pagar à minha ex-esposa um valor elevado de pensão alimentícia em prol das crianças.
Além de despender de um valor maior do que seria estipulado por lei, ainda entregava um bloco de tickets alimentação.
Tudo feito na boa fé e sem pegar recibo.
Aí o maior erro.
Não me preocupei em pegar recibo.
Alguns meses depois, cumprindo rigorosamente com minhas obrigações de pai e ex-marido (cumprindo mais ainda do que devido), recebi uma intimação judicial alegando que durante vários meses eu não havia pago a pensão alimentícia.
Me caiu os butiá dos bolsos.
Como assim?
Paguei até mais do que eu devia.
Paguei pensão, dei os tickets alimentação e, além de tudo isso, ainda pagava a escola.
Como assim?
Pois é.
Pasmem, caros leitores.
A ação judicial alegava que eu não havia pago nenhum real exatamente durante os meses em que não peguei recibo.
Como provar que estava tudo correto?
Não tinha como provar.
Procurei os advogados, mas foram unânimes em afirmar: “sem recibo, não tem como provar”.
O que fazer?
Enfiar o dedo no cu e rasgar?
Mais ou menos por aí.
Os advogados entraram com várias petições alegando que eu havia feito um acordo de pagar a escola e talicoisa...mas não deu certo.
Depois de muitos meses enrolando e levando com a barriga, finalmente recebi a informação direta do Banrisul:
Uma ordem judicial deu conta que 30% do meu salário serão bloqueados para o pagamento da pensão alimentícia “devida”.
Ou seja: além dos 30% que eu já pago mensalmente, mais 30% será pago.
Ou seja: 60% do meu salário será para pagar pensão alimentícia para uma vagabunda.
Se esse valor fosse realmente gasto com os meus filhos, até me consolaria.
Mas infelizmente não é assim.
Estou me sentindo péssimo.
Estou revoltado.
Queria poder quebrar tudo.
Mas não tem nada que eu possa fazer.
Porque eu sou um panaca.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...