28.8.09

Peteleco nazorêia





Por Fernando Potrick

27.8.09

Abandono

Nossa.
Como esse espaço aqui anda abandonado.
Nada novo.
Nada engraçado.
Nada polêmico.
Por que isso?
Falta de criatividade, talvez.
Muita falta de criatividade.
Tsc...tsc...tsc...
Que dor no coração.

21.8.09

Receita do prazer

Ingredientes:

1 pacote de bolacha Chocolícia.
1 lata de Coca Cola

Como fazer:

Abra o pacote de Chocolícia e introduza duas bolachas na boca.
Reserve.
Importante: não mastigue neste primeiro momento.
Obs.: caso não consiga fechar a boca, apenas quebre a bolacha para que fique em tamanho menor.
Abra a lata de Coca Cola e acrescente na boca pelo menos 20ml do líquido (ou quanto conseguir).
Permaneça com a boca fechada por 20 segundos.
Cuide para não babar.
Com a língua, sinta a consistência das bolachas.
Caso estejam desmanchando, pode mastigar.
Curta a sensação.
Certeza de um prazer quase orgásmico.

Dica: faça sozinho para não correr o risco de rir durante a execução.

20.8.09

Profissão: jornalista


O que a gente é capaz de fazer para manter o emprego.

19.8.09

Chá de Fraldas Virtual - Rescaldo

Apenas cinco dias já se passaram desde o início do "Chá de Fraldas Virtual".
É impressionante a mobilização dos leitores deste blog.
Aproximadamente 745 pacotes de fraldas vindos de todas as partes do Brasil estão lotando a casa de Luiz Nei.
Gostaria de agradecer todos que enviaram.
Não citarei nomes porque são muitos e não queria esquecer de ninguém.
Ainda assim, acredito que ainda está faltando o seu.
Ah, está faltando sim.

Tá esperando o que?

14.8.09

Luiz Nei e o Chá de Fraldas virtual

A ideia foi do Luiz Nei.
Já vou começando esse post assim, pois Luiz Nei tem muito mais credibilidade do que eu e pode ser que a ideia dê certo.
Este surto de gripe suína no Estado está impossibilitando a realização de um Chá de Fraldas para o Pietro.
O veredicto final vai ser dado pela médica na próxima semana.
Ainda assim acredito que será negativo quanto à realização do encontro.
Pois conversando sobre isso com Luiz Nei, e lamentando a pouca aquisição de fraldas para o nenê, eis que surgiu a sugestão do Mestre:
- Por que tu não pede para os leitores do teu blog enviarem fraldas para o Pietro? Além de criar um Chá de Fraldas virtual, ainda podes ter uma ideia da audiência do teu blog.
- Mas eu já tenho uma ideia da audiência do meu blog. Estou com uma média de 80 visitas por dia.
- Então! Se destes 80 visitantes pelo menos dez mandarem um pacote, serão 70 pacotes por semana, 280 pacotes por mês.
Sim. Como se os 80 visitantes não repetissem no dia seguinte.
Sinceramente não acredito que vá dar certo.
- Não acho uma boa ideia, Luiz Nei. Além disso, ainda vou pagar mico, pois ninguém vai mandar nada.
- Se ninguém mandar nada, tu e a Priscila compram os pacotes no supermercado e depois fazem um post com uma foto mostrando como vocês são queridos. Ninguém vai saber mesmo.

Pois então está feito o desafio.
Quem quiser participar pode mandar um pacote de fraldas para:

Av. Nilo Peçanha 1452/802
CEP 91330-000
Porto Alegre RS


Pode ser no meu nome ou no da Priscila, mas acho que o melhor seria colocar nominal a Luiz Nei.

Igualzinho ao pai

Ontem tive meu primeiro contato físico com o Pietro.
Bom lembrar que ele nem nasceu ainda, hein.
É verdade!
Deu pra sentir direitinho, e pegar, o pezinho dele empurrando a barriga da mãe.
Bom, pelo menos eu acho que era o pezinho.
Bem durinho.
Se bem que, se puxar o pai, pode muito bem ter sido outra coisa.

12.8.09

Tá chegando


Menos de um mês!
Ai, ai, ai, ui, ui, ui!!

11.8.09

Achamos


Seria essa a verdadeira bouceta?

10.8.09

Sem dica


Já que estamos falando em foto, um doce pra quem descobrir quem é essa figurinha.

9.8.09

Dia dos Pais


Dia dos Pais ao lado das pessoas que mais amo nessa vida.
Melhor mesmo quando o Pietro estiver do lado de fora.

7.8.09

Divagações sobre o Twitter

Não faz muito tempo, eu descobri o Twitter.
Aliás, não faz muito tempo todos descobriram o Twitter já que trata-se de uma novidade na internet.
Confesso que ainda procuro uma finalidade pra ele.
E para que eu possa usufruir melhor.
Tal ferramenta é definida como um miniblog.
E qual a vantagem de se ter um miniblog quando a gente já tem um blog?
E que não é mini.
Cada postagem nele tem um limite de 140 caracteres.
Teoricamente, para o usuário deixar um rápido comentário ou pensamento.
Talvez o objetivo seja agilizar a comunicação por meio de teaser.
O problema é que isso não acontece.
Muito pelo contrário.
Quando a pessoa percebe que não tem capacidade para escrever um simples comentário com 140 caracteres, ela escreve 20, 30 ou 40 posts com 140 caracteres.
Só assim, finalmente, ela consegue dizer o que quer.
E não só diz o que quer como monopoliza o espaço.
E nem sempre a pessoa que utiliza o Twitter quer ler ou está interessado no assunto.
Não precisa abrir o Twitter e deixar um comentário do tipo “Bom Dia! Já estou aqui!”.
Ou então “Está chovendo.”.
Esse tipo de post não vai trazer nada de positivo para os leitores.
E a coisa piora quando duas (ou mais) pessoas resolvem usar o miniblog como Messenger.
Para isso já existe o próprio MSN.
Talvez se os criadores pudessem usar de um artifício que permita que uma pessoa que recém colocou uma postagem possa colocar outra depois de meia hora.
Mas espero que esse mau uso do Twitter possa ser explicado apenas pela novidade.
Acredito que as pessoas possam se dar conta disso sem que eu tenha que tirar da minha lista.
A propósito: meu Twitter é http://twitter.com/marcio_neves

5.8.09

Fazemos qualquer negócio




Vendo mola que atingiu cabeça de Felipe Massa.
Original!
Para colecionadores exigentes.
Interessados, favor fazer contato pela área de comentários.

Sogro e sogra chiques


Uma homenagem ao Vilson Tescaro e Kate, meus sogros queridos, Prefeito e Primeira Dama de Americana - SP.

Foto publicada no jornal local.

3.8.09

Esse maldito fechecler

Hoje pela manhã percebi que minha calça jeans está com problema.
Não bastasse um remendo no fundilho colocado pela Juçá, ela está com o zíper emperrado.
Isso mesmo, o zíper não fecha.
Bom, na verdade ele fecha, mas não fica fechado.
Qualquer movimento mais brusco, o zíper abre até embaixo.
Quando percebi já era tarde.
Estava na rua.
O remendo no fundilho até que tiro de letra.
É um hábito de infância que aprendi com a Juçá para economizar.
Mas o zíper abrindo é um pouco mais complicado para disfarçar.
Sorte que estou com um blusão comprido que, se esticado, cobre parte da frente.
A conclusão é que tenho que caminhar sempre colocando a mão pra ver se não estou com o "querido" a mostra.
E como normalmente estou, torna-se constrangedor ficar fechando toda a hora na frente das pessoas.
Tentei imaginar o motivo que causou o estrago, mas só consegui chegar à conclusão que deve ter sido o excesso de pressão exercido pelo volume frontal.
Se é que vocês me entendem.
Bom, sem ter muito o que fazer durante o dia, prefiro ficar com as palavras de consolo do meu colega Eduardo Barbosa, que sempre procura ver as coisas boas nas mais difíceis situações:
- Não esquenta. Esse problema pode até ser mais prático e vantajoso em determinadas situações.

Bom estar sempre cercado de pessoas positivas.

2.8.09

Por você, Priscila



E muito mais...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...