17.11.10

Férias?


Hoje à tarde defini meu período de férias.
Muito mais por obrigação do que por vontade própria.
Até porque não estou com a mínima vontade de entrar de férias.
Tenho meus motivos, mas prefiro não externar por aqui.
Além da falta de vontade, vários fatores me levam a não tirar férias neste final de ano ou início de 2011.
O principal deles é a mudança de diretoria no Grêmio.
Não que eu tenha medo de que algo aconteça neste interim com relação ao meu trabalho (e tudo pode acontecer), mas muito mais pela ausência num momento importante de transição onde muita coisa será modificada e acredito a minha presença ser importante.
Mas nosso RH solicitou irremediavelmente a minha definição quanto às férias.
Levando em consideração as saídas dos outros dois jornalistas para o descanso, optei pelo período de 20 de dezembro até 18 de janeiro.
O certo é que dificilmente conseguirei usufruir deste tempo livre como deveria.
Minha esposa ainda não possui um ano na empresa em que trabalha. Isso quer dizer que não tem direito a férias. E isso muda tudo.
Teríamos apenas o final de semana para curtirmos juntos.
Poderia sair sozinho para uma viagem de descanso e contemplação, mas isto também está fora de cogitação. Além de ser muita cretinice da minha parte.
Com relação aos finais de semana, não acho que vale a pena todo o processo de deslocamento até o litoral com uma criança pequena junto. Isso sem falar no trânsito que teria que enfrentar na ida e na volta.
Ainda não mencionei meus outros dois filhos, Mártin e Maria Eduarda, e a minha obrigação legal em passar 15 dias das minhas férias com eles.
Vai ser bem complicado.
Mas assim é a vida.
Assim é a minha vida.
Escolhas foram feitas e as consequências delas fazem parte.
Seja o que Deus quiser.

Bom, parando pra pensar...uma cretinice a mais ou a menos não faz muita diferença.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...