22.3.11

Pedido de desculpas ao povo de Rondonópolis

É uma pena que a população de Rondonópolis (pelo menos uma parte dela) não tenha entendido o teor debochado e humorístico deste blog.

Sendo assim, de forma espontânea, venho me dirigir às pessoas de Rondonópolis que se sentiram ofendidas com o post publicado em fevereiro do ano passado (e que já foi retirado do blog) para pedir minhas sinceras desculpas e dizer que, de forma alguma, tive o intuito de ofender a cidade e a população local.

Concordo que o texto foi genérico e infeliz no seu conteúdo, mas sem nenhum teor destrutivo.

Fui muito bem recebido e muito bem tratado em Rondonópolis e só trouxe para Porto Alegre as melhores lembranças.

É evidente que todas as cidades têm suas coisas boas e suas coisas ruins.

Em nenhum momento comparei Rondonópolis com Porto Alegre e/ou Rio Grande do Sul com Mato Grosso.

Já viajei boa parte do mundo e aprendi que não existem lugares melhores ou piores, mas apenas diferentes.

Além disso, quem me conhece sabe que sou uma pessoa de boa índole, sem preconceitos, que preza a amizade e a paz entre os povos. Espero, portanto, que esse post sirva para amenizar a ira e a revolta de parte da população de Rondonópolis para comigo.

Ofensas, agressões e ameaças, não fazem parte da minha vida e do meu dia-a-dia. Para esses, prefiro o silêncio.

Mas quem quiser manter um diálogo franco, discordando ou concordando comigo, estou aberto para receber qualquer tipo de opinião e comentário dentro dos limites da educação.

Sem nenhuma demagogia, ainda pretendo voltar a Rondonópolis e tenho certeza que serei muito bem recebido outra vez. Quero conhecer também Cuiabá, já que só vi de passagem.

Quem sabe um dia?

A gente nunca sabe o que a vida nos prepara.

13 comentários:

rafaelfigueredomarins disse...

Agora vem pedi desculpas neh... as vezes é melhor pensa no q fala ou o q escreve q é seu caso... para naum acabar s prejudicado a si mesmo... pelo menos tdos nós aqui de Rondonópolis/ Mt somos gente simples e de bom cartér. E jamais Criticamos ou falamos mal das cidades vizinhas, aqui também não é um Paraíso... Mais Também não precisava horrorizar a cidade...

Paulo Roberto disse...

Não cheguei a ler o texto que gerou tanta revolta e raiva.
Entendo todos de Rondonópolis por terem ficados indignados, brabos se o texto por algum motivo ofendeu a seus moradores e a cidade.
Se o Márcio publicamente faz um pedido de desculpas acredito que já seja um ato de assumir algum erro, e isso cá entre nós no mínimo demonstra capacidade de humildade.
Hoje em dia vemos pessoas atacarem Clubes, Jogadores, Artistas, Cidades, etc.,mas em nenhum momento se erram admitem, ao contrário, ainda se acham os deuses da Verdade.
Errou o Márcio(por sinal não o conheço), que bom que vem agora pedir desculpas.
Sei que uns vão aceitar, outros não o pedido de desculpas,mas faz parte da Vida.
Não conheço Rondonópolis(só de nome, por ver jogos da Copa do Brasil)mas sinceramente qualquer cidade do interior do Brasil é PARAÍSO perto do INFERNO das Capitais.
Há pessoas boas e ruins em todos locais, mas geralmente as cidades do interior são mais calmas.
Espero que a PAZ retorne entre o Márcio e o pessoal de Rondonópolis,afinal já vivemos num mundo tão conflitado que não vale a pena mais incomodação.
Um abraço ao pessoal de Rondonópolis,e bola para frente, pois o que interessa é a PAZ.

Anônimo disse...

BEM MARCIO NÓS AQUI DE RONDONÓPOLIS NÃO PRECISAMOS DE SEUS COMENTÁRIOS MUITO MENOS DE SUA VISITINHA, HAJA VISTA, QUE VOCÊ NÃO PRETENDE VOLTAR AQUI DE FORMA ESPONTÂNEA, MAS SE VOCÊ POR UM ACASO VIER PODE TER A CERTEZA QUE SERÁ BEM RECEBIDO, PORQUE NÓS SOMOS DE ORIGEM HUMILDE E BEM EDUCADOS A PONTO DE NÃO TRATARMOS DE FORMA IRÔNICA NOSSOS VISITANTES, SOMOS O QUE SOMOS, GOSTE VOCÊ OU NÃO A SUA OPINÃO NÃO NOS DIMINUIRÁ EM NADA...

Anônimo disse...

Olá meu amigio Márcio se assim posso dizer, morei em Rondonópolis por 5 anos e sinto muita falta de lá, me desculpe mas vc deve ter ido em outra cidade e não em Roo pois tudo o que vc falou de lá não bate com o que conheço, vc como um Homem da comunicação deveria ser mais atencioso quando falar de lugares e pessoas pois lá tem sim mulheres maravilhosas e 100% Braileiras não misturas com alguma colônia Europeia como as do Sul, aqui Somos 100% Brasil, abraços seja mais inteligente, fica com Deus torço para vc ser feliz nesta sua profissão que escolheu. abraços
Celso

Renato Tasso Ricardi disse...

Bom pessoal referente a materia exibida tenho a dizer que:

O Marcio é uma grande pessoa, eu tive a oportunidade de conhecer ele quando ele veio em nossa querida cidade para cobrir o jogo entre Grêmio x Araguaia em fevereiro de 2010 partida valida pela copa do Brasil, que inclusive foi televisionada para todo o Brasil.

Acredito que suas palavras em certos momentos não nos agradaram, e inclusive eu também achei ridículo da parte dele certos comentários, mais ele é um profissional qualificado e cobre todas as noticias do time do Grêmio aonde o Grêmio estiver, sendo assim em seu Blog http://www.marcioneves.net/ o mesmo se redime e pede desculpa por certos comentários infelizes, o mesmo se redime e cita que o tom humorístico pelo qual descreveu sua passagem por aqui aliado a realidade pela qual foi sua viagem em certos momentos gerou um desconforto para nós Rondonopolitanos que amamos essa cidade.

A verdade é que nós acolhemos a todos que por aqui passam, pois nossa cidade tem história tem verdades e diferentes tipos de culturas e pessoas e jamais iremos discrimina las .

Então como Rondonopolitanos decentes e acolhedores cabe a nós aceitar o pedido dele e dizer que nossa cidade tem sim suas qualidades e seus defeitos, mais possuimos pessoas de bem e que desejam a paz o amor entre todos os que aqui habitam e que aqui nos visitam.

Viva Rondonópolis e a todos que aqui residem!!!!!!

Abraço a todos!!!!

Abraço Marcio sucesso pra ti cara!!!

Renato Tasso Ricardi disse...

Bom pessoal referente a materia exibida tenho a dizer que:

O Marcio é uma grande pessoa, eu tive a oportunidade de conhecer ele quando ele veio em nossa querida cidade para cobrir o jogo entre Grêmio x Araguaia em fevereiro de 2010 partida valida pela copa do Brasil, que inclusive foi televisionada para todo o Brasil.

Acredito que suas palavras em certos momentos não nos agradaram, e inclusive eu também achei ridículo da parte dele certos comentários, mais ele é um profissional qualificado e cobre todas as noticias do time do Grêmio aonde o Grêmio estiver, sendo assim em seu Blog http://www.marcioneves.net/ o mesmo se redime e pede desculpa por certos comentários infelizes, o mesmo se redime e cita que o tom humorístico pelo qual descreveu sua passagem por aqui aliado a realidade pela qual foi sua viagem em certos momentos gerou um desconforto para nós Rondonopolitanos que amamos essa cidade.

A verdade é que nós acolhemos a todos que por aqui passam, pois nossa cidade tem história tem verdades e diferentes tipos de culturas e pessoas e jamais iremos discrimina las .

Então como Rondonopolitanos decentes e acolhedores cabe a nós aceitar o pedido dele e dizer que nossa cidade tem sim suas qualidades e seus defeitos, mais possuimos pessoas de bem e que desejam a paz o amor entre todos os que aqui habitam e que aqui nos visitam.

Viva Rondonópolis e a todos que aqui residem!!!!!!

Abraço a todos!!!!

Abraço Marcio sucesso pra ti cara!!!

Márcio Neves disse...

Obrigado, Renato!
Nota-se que vc é um cara que representa da melhor forma a sua cidade. Teu comentário foi inteligente e educado.
Fico feliz que tenha me conhecido na minha passagem por aí e tenha visto como sou. Fica melhor falar das pessoas quando conhecemos.

Grande abraço!

Anônimo disse...

também fica melhor falar de uma cidade quando a conhece de verdade!

Anelize disse...

Li o texto causador da polêmica e, sinceramente, não considerei ofensivo. Moro em Rondonópolis há cinco anos, gosto da cidade e tenho planos de ficar por aqui. Opção minha!
Na leitura, tive que concordar com algumas coisas descritas, outras considerei exageradas. Mas ele, assim como eu ou qualquer outra pessoa, tem o direito de manifestar sua opinião. Afinal, os blogues servem para quê, senão pra isto?
Entendo também as reações das pessoas aqui de Rondonópolis (com exceção das ofensivas). Em geral, em nossas relações sociais, somos 'bairristas', por isso temos dificuldade de aceitar críticas vindas de fora.
Isso não pode, porém, justificar qualquer tentativa de censura à opinião de ninguém; muito menos justificar ofensas pessoais. Discordemos, mas de forma civilizada.
Considero também que o fato de um jornalista emitir uma opinião, por si só, não faz dele antiético, mesmo que essa opinião desagrade a todos.
Por isso, acredito que ao tirar o polêmico 'post' do blogue, Márcio Neves se deixou censurar. Talvez numa tentativa simplista de finalizar o assunto e fugir da polêmica. Decisão dele!
O que tiro disto é a intolerância que temos com opiniões diferentes da nossa. Infelizmente.

chack disse...

Ola Marcio boa tarde!!

Primeiramente gostaria de te parabenizar pela sua demonstração de humildade pedindo desculpas a população que tanto ama essa cidade.

A nossa cidade não é perfeita sabemos disso mais amamos essa terra e ver ela sendo mal dita mesmo que em tom ironico é muito doloroso e ofencivo por isso o motivo de tanta revolta, muitas pessoas chegaram a ir pessoalmente falar com o Shimitão sobre esse assunto.

O que eu quero dizer pra você é o seguinte quer vir denovo na nossa cidade seja muito bem vindo passa um tempo mais conheça melhor eu te garanto que você vai ser muito bem tratado porque na nossa cidade a hospitalidade é de nascença em cada cidadão.

Passar bem e fique com Deus!!!

A e que Deus te conforte eu li a materia sobre a falta que você sente dos seus filhos tomara que tudo se resolva logo.

bene disse...

Sou Rondonopolitano, embora esteja morando atualmente em Cuiabá, o teor do blog é sarcástico, mas não ofensive. Viva a liberdade de expessão

Anônimo disse...

oi marcio confesso que fiquei muito interessada no seu texto sobre Rondonópolis. se ainda o tiver, manda pra mim. ficarei muito grata. abraços e bom trabalho

Leonardo Resende disse...

LENDA ORIENTAL
Conta uma popular lenda do Oriente, que um jovem chegou à beira de um oásis junto a um povoado e aproximando-se de um velho perguntou-lhe: - "Que tipo de pessoa vive neste lugar?”
- "Que tipo de pessoa vivia no lugar de onde você vem?" -perguntou por sua vez o ancião.
- "Oh, um grupo de egoístas e malvados. - replicou o rapaz - Estou satisfeito de haver saído de lá."
A isso o velho replicou: - "A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui."
No mesmo dia, um outro jovem se acercou do oásis para beber água e vendo o ancião perguntou-lhe: - "Que tipo de pessoa vive por aqui?"
O velho respondeu com a mesma pergunta: - Que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem?
O rapaz respondeu: -"Um magnífico grupo de pessoas, amigas, honestas, hospitaleiras. Fiquei muito triste por ter de deixá-las".
- "O mesmo encontrará por aqui" -respondeu o ancião.
Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou ao velho: - "Como é possível dar respostas tão diferente à mesma pergunta?
Ao que o velho respondeu: - "Cada um carrega no seu coração o meio ambiente em que vive. Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou, não poderá encontrar outra coisa por aqui. Aquele que encontrou amigos ali, também os encontrará aqui porque, na verdade, a nossa atitude mental é a única coisa na nossa vida sobre a qual podemos manter controle absoluto".
Infunda em si mesmo a idéia do sucesso. O primeiro requisito essencial a todo homem para encontrar uma vida digna de ser vivida, é ter uma atitude mental positiva.

Pense nisso Sr° Marcio, mas desde já reconheço sua atitude positiva em pedir desculpas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...