3.12.13

Estádios que todos os gremistas deveriam conhecer antes de morrer

Os estádios mencionados abaixo, de uma forma ou de outra, fazem parte da história do Grêmio. Escolhi doze destes templos do futebol para o torcedor gremista conhecer antes de morrer. A visita remeterá a momentos inesquecíveis, dramáticos e consagradores.
Enumerei por ordem de importância dentro de critérios pessoais.

Aceito outras opiniões e novas sugestões.  

12 - Estádio Altos da Glória – Vacaria

Foi neste estádio, no dia 30 de abril de 1989, que o Grêmio jogou aquela que é considerada por muitos uma das partidas mais emblemáticas da história do Clube. Necessitando vencer o Glória de Vacaria para não disputar o Grupo da Morte do Estadual, o Grêmio se mobilizou. Mudou de técnico e contratou jogadores visando apenas esse confronto. O jogo, que ficou conhecido como “A Guerra de Vacaria” terminou com a vitória gremista por 2 a 1 (gols de Almir e Edinho) e catapultou o Tricolor rumo ao título do Gauchão e da Copa do Brasil de 1989. O jogo registrou o maior público da história deste estádio: 8.510 torcedores.


11 - Kobe Universiade Memorial Stadium – Kobe (JAP)



Construído em 1985 para disputa das Universíades de Verão daquele ano, o Estádio de Kobe recebeu a decisão da Recopa Sul-Americana de 1996, com os campeões da Libertadores enfrentando os campeões da Supercopa. Na ocasião, o Tricolor voltou a copar o Japão vencendo o Independiente da Argentina pelo placar de 4 a 1 e conquistando sua primeira Recopa.


10 - Estádio Beira Rio – Porto Alegre



Nada melhor do que ser campeão e dar a Volta Olímpica na casa do seu maior rival. Muitos confrontos históricos que terminaram com a vitória gremista foram disputados no Beira Rio. Só quem já ganhou Gre-Nal na casa do adversário sabe o gostinho especial que isso tem.


09 - Estádio Centenario – Montevideo (URU)



Neste que é um dos mais importantes estádios do futebol mundial, o Grêmio conquistou seu primeiro torneio fora do Brasil ao vencer o Nacional pelo placar de 3 a 1 no dia 14 de maio de 1949 em jogo válido pela Taça do Cinquentenário da equipe charrua. Foi também no palco da primeira final do Mundial de 1930 que o Grêmio decidiu sua primeira Libertadores da América. No dia 25 de julho de 1983, empatou em 1 a 1 com o Peñarol no primeiro jogo da decisão.


08 - Estádio La Bombonera – Buenos Aires (ARG)



Foi na temida Bombonera que o Grêmio goleou o grande Boca Juniors pelo placar de 4 a 1 em amistoso disputado em fevereiro de 1959. Com este resultado, considerado um dos mais destacados da história do Clube, o Grêmio tornou-se o primeiro time fora da Argentina a vencer o Boca dentro de seus domínios. Os quatro gols da vitória foram marcados por Gessi, que tornou-se também o primeiro jogador da história a marcar quatro gols numa mesma partida dentro da Bombonera. Além disso, foi neste estádio que o Grêmio disputou sua última final de Libertadores ao perder de 3 a 0 para o Boca Juniors na partida de ida da decisão de 2007.


07 - Estádio Atanásio Girardot – Medellin (COL)



Fundado em 1953 em homenagem ao herói da Independência da Colômbia, Manuel Atanasio Girardot Díaz, o estádio de Medellin foi palco da segunda Copa Libertadores da América conquistada pelo Grêmio, ao empatar em 1 a 1 com o Atlético Nacional, no dia 30 de agosto de 1995. Dinho, cobrando pênalti, fez o gol gremista. O Grêmio deu a Volta Olímpica diante de 60 mil fanáticos colombianos.


06 - Estádio dos Aflitos – Recife



No dia 26 de novembro de 2005, o Grêmio jogou neste estádio uma das partidas mais dramáticas de sua história, conhecida como “A Batalha dos Aflitos”. Contra todas as adversidades, e com apenas sete jogadores em campo, o Grêmio venceu o Náutico por 1 a 0, gol de Anderson, e retornou à elite do futebol brasileiro ao conquistar o título da Série B.


05 - Estádio Maracanã – Rio de Janeiro



O Grêmio foi o primeiro clube fora do Rio de Janeiro a atuar no recém-inaugurado Maracanã, em 1950. Na ocasião, venceu o Flamengo por 3 a 1. Além disso, em maio de 1997 calou quase 100 mil torcedores ao empatar em 2 a 2 com o mesmo Flamengo e conquistar o Tricampeonato da Copa do Brasil dando a Volta Olímpica no maior templo do futebol mundial.


04 - Estádio Morumbi – São Paulo



Neste estádio, no dia 3 de maio de 1981, o Grêmio venceu o São Paulo diante de 95 mil torcedores conquistando pela primeira vez o Campeonato Brasileiro, com gol de Baltazar. Vinte anos depois, voltou a calar o Morumbi goleando o Corinthians por 3 a 1 na conquista do Tetracampeonato da Copa do Brasil.


03 - Estádio Nacional – Tóquio (JAP)



Em 11 de dezembro de 1983, jogando neste estádio, com um frio de 6 graus, o Grêmio venceu o Hamburgo, da Alemanha, pelo placar de 2 a 1, gols de Renato, e sagrou-se Campeão do Mundo, conquistando o maior título de sua história. Também neste estádio, em 1995, o Tricolor jogou de igual para igual com o grande Ajax ficando com o vice-campeonato do Mundial ao perder nas penalidades.


02 - Arena do Grêmio



A nova casa do Tricolor. Maior e mais moderna arena da América Latina e uma das mais belas do Mundo. Um novo conceito de ver futebol, oferecendo conforto e visão privilegiada. Vale a visita de qualquer torcedor fanático de futebol, independente do clube para qual torce.


01 - Estádio Olímpico Monumental



Local de peregrinação obrigatória para todo e qualquer gremista do planeta. Prestes a fechar suas portas para sempre, o Olímpico Monumental foi palco das maiores conquistas da história do Clube, como o a Libertadores de 1983, o Brasileirão de 1996, as Copas do Brasil de 1989 e 1994, além de dezenas de conquistas regionais. Já não recebe mais jogos oficiais, mas segue sendo palco dos treinamentos da equipe tricolor. Está aberto para visitação e será demolido em 2014.



ESTÁDIOS QUE TODOS OS GREMISTAS DEVERIAM TER CONHECIDO

Infelizmente, o tempo tratou de desaparecer com alguns dos cenários onde o Grêmio viveu momentos inesquecíveis. Hoje, tais estádios estão apenas em fotografias e na lembrança dos torcedores, assim como estará o Estádio Olímpico, em breve; assim como ocorreu com a Baixada do Moinho de Ventos e até com o velho estádio dos Eucaliptos, nosso primeiro salão de festas. Elegi dois estádios em especial que considero que todos os gremistas deveriam ter conhecido. Ao contrário da Baixada, que se foi na década de 50 do século passado, tive a oportunidade de conhecer os dois estádios que seguem e que hoje são apenas história.


Estádio Jorge Luis Hirsch – La Plata (ARG)



O velho e acanhado estádio de madeira do Estudiantes já não existe mais. A cancha que foi palco da inesquecível “Batalha de La Plata” foi demolida em 2005 e segue em obras até hoje. No local, será erguido o estádio Tierra de Campeones, previsto para ficar pronto em 2014. Naquele gélido 8 de julho de 1983, o Grêmio viveu uma das partidas mais dramáticas de sua história. Jogando contra um adversário raivoso que teve quatro jogadores expulsos e uma torcida alucinada, o Tricolor acabou empatando em 3 a 3 para poder sair vivo do estádio. O confronto entrou para história do futebol.


Estádio Timbaúva – Porto Alegre



O Estádio da Timbaúva já não existe mais, mas tem uma participação importante na história do Grêmio. Lá jogava o extinto “Força e Luz” e abrigava o famoso Pavilhão da Baixada, antigo estádio gremista, que fora trocado pelo zagueiro Airton Ferreira da Silva, quando este veio para o Tricolor em 1954. O Pavilhão permaneceu até pouco tempo no terreno que foi comprado por uma rede de supermercado.


Bônus:


Estádio Mohamed bin Zayed, Abu Dhabi (EAU)



O torcedor que estiver visitando a distante cidade de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, não pode deixar de visitar o famoso estádio que foi palco da memorável semifinal do Mundial de Clubes de 2010, que colocou a desconhecida equipe do Mazembe no cenário esportivo internacional. Eu visitaria e daria boas risadas. Quem um dia o fizer, terá meu respeito, admiração e inveja.

3 comentários:

Rafael Xavier disse...

o melhor estádio é esse do Mazembe x filhotes, kkkk

livres pensamentos disse...

olá Marcio,a quanto tempo. Juliana

MeusResultados.com disse...

Caro Webmaster,

Considerando a qualidade do seu website, gostaríamos de lhe oferecer uma troca de links com o nosso portal de resultados desportivos em direto www.meusresultados.com .

Antecipadamente gratos pela sua resposta,

Cumprimentos,

MeusResultados.com
support@meusresultados.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...